A opinião do especialista: Marketing e Tecnologia com Luis Santamaría

1.- Como se chama, o que faz e a que se dedica a sua empresa?

Luis Santamaría, Sales Manager na Omnitel.

A Omnitel é uma empresa de Serviços de Marketing 360º especializada em dar suporte a empresas tecnológicas.

O nosso trabalho diário consiste em prestar serviços aos nossos clientes na Península Ibérica (Espanha e Portugal) em Marketing, Eventos, Outsourcing e Serviços para empresas de Retail.

A nossa experiência e a nossa especialização fazem-nos sobressair no mercado e merecer a confiança dos nossos clientes.

Na Omnitel, temos mais de 25 anos de experiência nesta indústria e estamos orgulhosos de poder afirmar que alguns dos nossos clientes são marcas de referência tecnológica como a HP, Microsoft, Veritas, F5 Networks, TD Synnex, VMWare, Huawei, Samsung, Palo Alto Networks e muitas outras.

2.- Que técnicas de marketing crê que são as mais importantes para gerar procura pelos vossos serviços/produtos e conseguir awareness no atual contexto de mercado?

As técnicas de marketing mais importantes para gerar procura no setor da tecnologia estão em constante evolução devido à natureza mutável da indústria, mas se tivesse de enumerar as TOP 10, esta seria a minha classificação:

Marketing de conteúdos de qualidade:

A criação de conteúdos relevantes e valiosos, como blogues técnicos, vídeos de instruções e documentos técnicos, ajuda a posicionar as empresas de tecnologia como especialistas na sua área e atrai um público interessado.

Silvia Sánchez responsable de marketing de V-valley

SEO e SEM: a otimização para os motores de busca (SEO) e o marketing para os motores de busca (SEM) são fundamentais para aumentar a visibilidade online e atrair tráfego qualificado.

Redes sociais: como parte de uma estratégia omnicanal, a utilização de redes sociais profissionais para promover produtos e serviços não deve ser esquecida.

Marketing de influência: colaborar com especialistas em tecnologia ou líderes de opinião do setor para aumentar a credibilidade e atingir um público mais vasto. É verdade que, de momento, não existem grandes «líderes de opinião» em tecnologia no mercado B2B. Mas é algo que surgirá gradualmente porque é um fenómeno bem estabelecido noutras regiões.

Marketing Automation: considero essencial a utilização de ferramentas de automatização para personalizar as campanhas, alimentar os contactos e melhorar a eficiência da geração de procura. Na minha opinião, isto é algo sobre o qual se deve construir o «core» da atividade do CMO.

Marketing de conteúdo interativo: Incorporar elementos interativos, como calculadoras online, questionários e webinars, para envolver o público e recolher dados valiosos. Tentar sempre obter informações do público-alvo para adaptar o discurso e melhorar os nossos produtos e serviços.

Email Marketing segmentado: Enviar emails personalizados e relevantes a segmentos específicos da audiência para aumentar as conversões, o fenómeno da valiosa NEWSLETTER está cada vez mais em ascensão.

Análise de dados: Utilizar a análise avançada de dados para compreender o comportamento dos clientes e otimizar as estratégias de marketing. Os esforços do departamento de marketing não podem ser infinitos. Os esforços devem ser medidos e fazer- se um «push» onde chegam os resultados.

Tendências tecnológicas: É preciso falar do «seu livro», mas também é preciso apresentar-se ao mercado como um especialista do setor. É necessário manter-se a par das últimas tendências tecnológicas, como a inteligência artificial, a realidade virtual e a automatização, para as integrar eficazmente nas estratégias de marketing.

Relações públicas e eventos: Participar em eventos e conferências do setor e estabelecer relações com os meios de comunicação social para aumentar a visibilidade e a credibilidade. A confiança é fundamental num processo de geração de procura e de vendas… sem dúvida, os eventos presenciais voltaram a ser uma parte essencial do plano de marketing.

3.- O que destacaria como ponto essencial para fazer um bom evento? A sua empresa está já a considerar os eventos presenciais?

No que diz respeito às dicas para organizar um bom evento B2B (business-to-business), há vários aspetos cruciais a considerar. Em primeiro lugar, é fundamental ter objetivos claros para o evento, tais como a geração de leads ou o reforço das relações com os clientes existentes.

A segmentação da audiência é outro ponto importante. Conhecer o seu público-alvo e oferecer conteúdos relevantes é essencial para o sucesso do evento.

O formato do evento também desempenha um papel fundamental. Deve escolher o tipo de evento que melhor se adapta aos seus objetivos, quer se trate de uma conferência, de uma feira comercial ou de um webinar.

Uma promoção eficaz é fundamental. A utilização de estratégias de marketing como o correio eletrónico, as redes sociais e o marketing de conteúdos é essencial para atingir proativamente o seu público.

A logística do evento deve ser impecável, desde a localização até à gestão das inscrições e à disposição do espaço.

Não podemos esquecer a importância do acompanhamento pós-evento. Manter o contacto com as leads geradas e recolher o feedback dos participantes é essencial para avaliar o sucesso e melhorar os eventos futuros.

Em suma, uma combinação de objetivos claros, segmentação do público, promoção eficaz e acompanhamento pós-evento são as chaves para um bom evento B2B no mundo competitivo de hoje.

4.- Qual considera ser o desafio em termos de marketing ao trabalhar com partners e alianças?

eOs problemas habituais dos nossos clientes num cenário de co-marketing no setor das TIC passam por:

– Que seja fácil trabalhar em conjunto fabricante-canal.
– Que as ações de marketing sejam planeadas em conjunto
– Que as ações planeadas sejam executadas.
– Que se controle e meça o ROI das ações realizadas.

 A Omnitel trabalha diretamente e de acordo com o fabricante (QbyQ) e a sua rede de parceiros na identificação, planificação e execução de ações.

Dispomos de uma metodologia de trabalho consolidada com parceiros e alianças que consiste nas seguintes fases:

Fase 1: Consultoria inicial 

Identificar partners

Identificar roles

Criar processos

Fase 2: Recolha de requisitos

Proposta de ações

Reuniões de briefing

Plano de ação

Fase 3: Transferência de ações para parceiros

Planeamento de ações

Recolha de feedbacks

Timings e desenvolvimento

Fase 4: Execução  das ações

Desenvolvimentos das ações

Seguimento

Alterações e finalização

Fase 5: Relatórios de melhoria
e ROI

Processos de reclamação

Alianças, acordos…

Relatórios de melhoria e ROI

Você pode estar interessado.

14 Dicas E-commerce para a Black Friday

14 Dicas E-commerce para a Black Friday

Já não é suficiente escolher os produtos certos e aplicar descontos reais, é imprescindível adaptar as campanhas a cada cliente e oferecer uma experiência de compra única. Recomendações para o seu e-commerce na Black Friday A Black Friday tornou-se um acontecimento...

5 Dicas para gerar Leads com êxito

5 Dicas para gerar Leads com êxito

Os potenciais clientes estão em todo o lado A prospeção de clientes é algo que deve fazer parte do dia-a-dia de uma empresa. Embora seja verdade que, na maioria das vezes, é uma atividade relacionada com os departamentos de marketing e vendas, a realidade é que hoje...

7 Erros que não deve cometer no seu evento corporativo

7 Erros que não deve cometer no seu evento corporativo

Sabemos que a perfeição é difícil de alcançar, mas se temos como objetivo um evento perfeito estaremos, ao menos, a garantir um evento excelente. Sobretudo neste momento, em que estamos a assistir a um novo auge de eventos corporativos após as restrições da pandemia....

Nós ajudamo-lo

Iremos contactá-lo! Preencha o formulário
e entraremos em contacto consigo o mais rapidamente possível.