A opinião do especialista: Marketing e Tecnologia com Luis Santamaría

1.- Como se chama, o que faz e a que se dedica a sua empresa?

Luis Santamaría, Sales Manager na Omnitel.

A Omnitel é uma empresa de Serviços de Marketing 360º especializada em dar suporte a empresas tecnológicas.

O nosso trabalho diário consiste em prestar serviços aos nossos clientes na Península Ibérica (Espanha e Portugal) em Marketing, Eventos, Outsourcing e Serviços para empresas de Retail.

A nossa experiência e a nossa especialização fazem-nos sobressair no mercado e merecer a confiança dos nossos clientes.

Na Omnitel, temos mais de 25 anos de experiência nesta indústria e estamos orgulhosos de poder afirmar que alguns dos nossos clientes são marcas de referência tecnológica como a HP, Microsoft, Veritas, F5 Networks, TD Synnex, VMWare, Huawei, Samsung, Palo Alto Networks e muitas outras.

2.- Que técnicas de marketing crê que são as mais importantes para gerar procura pelos vossos serviços/produtos e conseguir awareness no atual contexto de mercado?

As técnicas de marketing mais importantes para gerar procura no setor da tecnologia estão em constante evolução devido à natureza mutável da indústria, mas se tivesse de enumerar as TOP 10, esta seria a minha classificação:

Marketing de conteúdos de qualidade:

A criação de conteúdos relevantes e valiosos, como blogues técnicos, vídeos de instruções e documentos técnicos, ajuda a posicionar as empresas de tecnologia como especialistas na sua área e atrai um público interessado.

Silvia Sánchez responsable de marketing de V-valley

SEO e SEM: a otimização para os motores de busca (SEO) e o marketing para os motores de busca (SEM) são fundamentais para aumentar a visibilidade online e atrair tráfego qualificado.

Redes sociais: como parte de uma estratégia omnicanal, a utilização de redes sociais profissionais para promover produtos e serviços não deve ser esquecida.

Marketing de influência: colaborar com especialistas em tecnologia ou líderes de opinião do setor para aumentar a credibilidade e atingir um público mais vasto. É verdade que, de momento, não existem grandes «líderes de opinião» em tecnologia no mercado B2B. Mas é algo que surgirá gradualmente porque é um fenómeno bem estabelecido noutras regiões.

Marketing Automation: considero essencial a utilização de ferramentas de automatização para personalizar as campanhas, alimentar os contactos e melhorar a eficiência da geração de procura. Na minha opinião, isto é algo sobre o qual se deve construir o «core» da atividade do CMO.

Marketing de conteúdo interativo: Incorporar elementos interativos, como calculadoras online, questionários e webinars, para envolver o público e recolher dados valiosos. Tentar sempre obter informações do público-alvo para adaptar o discurso e melhorar os nossos produtos e serviços.

Email Marketing segmentado: Enviar emails personalizados e relevantes a segmentos específicos da audiência para aumentar as conversões, o fenómeno da valiosa NEWSLETTER está cada vez mais em ascensão.

Análise de dados: Utilizar a análise avançada de dados para compreender o comportamento dos clientes e otimizar as estratégias de marketing. Os esforços do departamento de marketing não podem ser infinitos. Os esforços devem ser medidos e fazer- se um «push» onde chegam os resultados.

Tendências tecnológicas: É preciso falar do «seu livro», mas também é preciso apresentar-se ao mercado como um especialista do setor. É necessário manter-se a par das últimas tendências tecnológicas, como a inteligência artificial, a realidade virtual e a automatização, para as integrar eficazmente nas estratégias de marketing.

Relações públicas e eventos: Participar em eventos e conferências do setor e estabelecer relações com os meios de comunicação social para aumentar a visibilidade e a credibilidade. A confiança é fundamental num processo de geração de procura e de vendas… sem dúvida, os eventos presenciais voltaram a ser uma parte essencial do plano de marketing.

3.- O que destacaria como ponto essencial para fazer um bom evento? A sua empresa está já a considerar os eventos presenciais?

No que diz respeito às dicas para organizar um bom evento B2B (business-to-business), há vários aspetos cruciais a considerar. Em primeiro lugar, é fundamental ter objetivos claros para o evento, tais como a geração de leads ou o reforço das relações com os clientes existentes.

A segmentação da audiência é outro ponto importante. Conhecer o seu público-alvo e oferecer conteúdos relevantes é essencial para o sucesso do evento.

O formato do evento também desempenha um papel fundamental. Deve escolher o tipo de evento que melhor se adapta aos seus objetivos, quer se trate de uma conferência, de uma feira comercial ou de um webinar.

Uma promoção eficaz é fundamental. A utilização de estratégias de marketing como o correio eletrónico, as redes sociais e o marketing de conteúdos é essencial para atingir proativamente o seu público.

A logística do evento deve ser impecável, desde a localização até à gestão das inscrições e à disposição do espaço.

Não podemos esquecer a importância do acompanhamento pós-evento. Manter o contacto com as leads geradas e recolher o feedback dos participantes é essencial para avaliar o sucesso e melhorar os eventos futuros.

Em suma, uma combinação de objetivos claros, segmentação do público, promoção eficaz e acompanhamento pós-evento são as chaves para um bom evento B2B no mundo competitivo de hoje.

4.- Qual considera ser o desafio em termos de marketing ao trabalhar com partners e alianças?

eOs problemas habituais dos nossos clientes num cenário de co-marketing no setor das TIC passam por:

– Que seja fácil trabalhar em conjunto fabricante-canal.
– Que as ações de marketing sejam planeadas em conjunto
– Que as ações planeadas sejam executadas.
– Que se controle e meça o ROI das ações realizadas.

 A Omnitel trabalha diretamente e de acordo com o fabricante (QbyQ) e a sua rede de parceiros na identificação, planificação e execução de ações.

Dispomos de uma metodologia de trabalho consolidada com parceiros e alianças que consiste nas seguintes fases:

Fase 1: Consultoria inicial 

Identificar partners

Identificar roles

Criar processos

Fase 2: Recolha de requisitos

Proposta de ações

Reuniões de briefing

Plano de ação

Fase 3: Transferência de ações para parceiros

Planeamento de ações

Recolha de feedbacks

Timings e desenvolvimento

Fase 4: Execução  das ações

Desenvolvimentos das ações

Seguimento

Alterações e finalização

Fase 5: Relatórios de melhoria
e ROI

Processos de reclamação

Alianças, acordos…

Relatórios de melhoria e ROI

Você pode estar interessado.

Guia básico para disfrutar de uma vida sem cookies

Guia básico para disfrutar de uma vida sem cookies

Os cookies nasceram como um aliado da navegação e da experiência do utilizador, mas rapidamente as informações valiosas que forneciam foram utilizadas para traçar o perfil dos nossos potenciais compradores. Atualmente, o fim dos cookies, longe de ser o fim do...

14 Dicas E-commerce para a Black Friday

14 Dicas E-commerce para a Black Friday

Já não é suficiente escolher os produtos certos e aplicar descontos reais, é imprescindível adaptar as campanhas a cada cliente e oferecer uma experiência de compra única. Recomendações para o seu e-commerce na Black Friday A Black Friday tornou-se um acontecimento...

Nós ajudamo-lo

Iremos contactá-lo! Preencha o formulário
e entraremos em contacto consigo o mais rapidamente possível.